Como a gratidão pode nos ajudar a superar momentos difíceis

A vida é fluida e está sempre mudando. As vezes estamos nas nuvens e sentimos uma leveza e felicidade enormes. Outras vezes nos vemos envoltos em preocupações, ansiedades e medos. Pode ser que estejamos com problemas financeiros que não esperávamos. Talvez sejam problemas acadêmicos e estamos pensando em mudar de curso ou abandonar a faculdade. Ou pode ser que estejamos de luto por ter perdido uma pessoa próxima. A questão é que não importa o que esteja acontecendo, se nos deixamos levar, podemos acabar nos sentindo deprimidos. Acaba acontecendo de deixarmos que a situação defina nosso mundo e como o encaramos: estou cheio de problemas – pensamos. Nunca vou conseguir superar isso.

Quanto mais tempo ficamos presos nessa narrativa, pior nos sentimos e acabamos gerando mais pensamentos negativos. Esse círculo vicioso pode paralisar nossa habilidade de superar, tomar decisões diferentes e encarar os problemas e desafios como oportunidades. Assim, praticando gratidão ativamente e de forma consistente, conseguimos levar uma vida mais feliz e calma, mesmo nos piores momentos.

Luz no fim do túnel

“Não estrague o que você tem, desejando aquilo que não tem, lembre-se que o que você tem agora já esteve entre as coisas que você sonhou”

Todos nós fazemos exatamente o que o filósofo grego Epicurus nos advertiu, especialmente se estamos passando por um momento difícil. Fantasiamos sobre ter mais dinheiro, para podermos viver mais confortavelmente, sem nos preocupar com as contas. Desejamos poder pagar aulas de reforço para passar naquele exame. Sonhamos em ter um parceiro se estamos solteiros.

Podemos continuar com essa lista por horas. Mas, quanto mais nos focamos naquilo que não temos, mais perdemos de vista aquilo que temos. Nos preocupando com as finanças e esquecemos de agradecer pelo teto que está sobre nossas cabeças, pela comida que está geladeira, água limpa e as roupas que nos esquentam. Para aqueles que estão estudando e super preocupados com uma prova importante, esquecemos o quanto temos sorte de ter acesso a educação. Quando estamos sonhando com um parceiro ou parceira, não damos o devido valor a família e aos amigos e a todo o amor que estão prontos para nos dar sempre que precisarmos.

Lembrar de ser grato pelo que temos, especialmente em tempos difíceis, pode nos ajudar a mudar a forma pela qual olhamos as situações. Essa mentalidade pode nos encorajar a ver que as coisas não são tão ruins quanto parecem naquele momento. Podemos sempre encontrar um luz para guiar nossa jornada e nos dar força para seguir caminhando.

“Não estrague o que você tem, desejando aquilo que não tem, lembre-se que o que você tem agora já esteve entre as coisas que você sonhou”

– EPicurus

Adaptando-se a novas circunstâncias

Seres humanos são criaturas extremamente adaptáveis. Quando nos vemos em uma situação nova, especialmente uma que consideramos negativas, normalmente sentimos uma certa resistência. Mesmo assim, acabamos nos adaptando, aprendendo e encontrando algo positivo para seguirmos olhando para o futuro com esperança e otimismo.

Imagine que você esteve num acidente. Você sobreviveu, mas teve as pernas amputadas. Você se encontra numa nova realidade que é totalmente nova e aterrorizante. De início, o que aconteceu vai parecer completamente injusto. Você sentiria raiva, nervosismo e medo. Mas com o tempo você acabaria se ajustando a essa nova realidade e tudo o que vem com ela. Na verdade, conforme o tempo passa, você experimentaria outras situações positivas e aprenderia coisas que não saberia em outras circunstâncias. Você poderia até encontrar felicidade e paz de espírito nesse novo estilo de vida e rotina, mesmo que fosse desafiador. Seres humanos são incrivelmente resilientes e versáteis. É incrível pensar nos desafios e adversidades que precisamos superar. Pessoas incríveis como Chelsea McClammer são um testemunho desse fato; depois de perder o uso das penas num acidente de carro, ela se tornou a pessoa mais jovem a fazer parte do time paraolímpico norte-americano.

Todos os tipo de pessoas em todos os cantos do mundo superam desafios todos os dias e nós podemos fazer a mesma coisa. Um dos passos mais importantes que precisamos tomar é aceitar a situação em que estamos. Uma vez que a nossa resistência, raiva e medo diminuem, precisamos encontrar nossa força interna e começar abraçar a ideia de aceitar a situação que estamos e procurarmos gratidão. Se ficarmos travados, arriscamos a não progredirmos na vida e não concretizarmos nosso potencial.

Como a gratidão gera emoções positivas

Ser grato é apreciar todas os elementos positivos que temos e que continuamente experimentamos na vida. É nos lembrarmos de coisas do passado que são valiosas para nós, tendo apreço pelos desafios e triunfos que tivemos e sendo capaz de enxergar as coisas importantes que temos na vida hoje. Lembrar dessas coisas de maneira consistente, ajuda a gerar uma base sólida para cultivar emoções positivas como amor, esperança, orgulho, alegria e alívio.

As emoções que experimentamos quando praticamos gratidão podem ter efeitos duradouros e criar padrões de pensamento que nos ajudem a alterar positivamente a maneira pela qual encaramos a vida. Ao invés de pensamentos negativos que fazem tudo parecer ainda pior, treinamos a mente para encontrar pontos positivos em todas as situações. É claro que não estamos dizendo para você ignorar problemas ou não reconhecer tristezas, desapontamentos ou frustrações. O que queremos dizer é que ao invés de permitir que experiências negativas tomem conta de nós e nos impeça de evoluir, possamos ser capazes de passar por elas sabendo que vão passar.

Praticar gratidão também reduz o surgimento de sentimentos negativos como ciúmes, ressentimento e frustração. Focando nos aspectos positivos de nossas vidas, desejamos menos as coisas que não temos. E quando fazemos isso percebemos que sentimentos de inveja e ciúmes se dissolvem. Por exemplo, se estamos procurando por um novo trabalho, as vezes nossa primeira reação quando um amigo nos conta de sua promoção não seja de felicidade. Nós podemos sentir inveja, nos compararmos a eles e pensarmos que eles não merecem aquilo. Mas quando nos focamos em nossas próprias capacidades, conquistas e objetivos, somos menos suscetíveis a nos compararmos com os outros. Graças a isso, não somente melhoramos as relações com as pessoas que gostamos, mas cultivamos uma forma mais saudável de pensar.

Como podemos praticar gratidão?

Para a maioria das pessoas a gratidão não é um sentimento automático. Na verdade é o oposto, mas ela é uma habilidade que podemos a aprender a desenvolver com o tempo, e só podemos fazer isso com prática regular. Escrever um simples obrigado para alguém que fez algo bacana para nós pode ser uma excelente forma de começar. Se não temos tempo, podemos mandar uma mensagem de texto, email ou mesmo agradecer em nossa cabeça. Nos forçar a pensar diariamente numa pessoa que nos ajudou, ajuda a trazer o sentimento de gratidão para nossa vida.

Manter um diário, escrever as coisas pelas quais somos agradecidos, sejam coisas do passado ou de agora, pode nos ajudar nos dias difíceis. Quando estamos passando por um momento complicado, podemos ler o que escrevemos e lembrar de tudo que temos de bom na vida e de todas as pessoas que fazem parte dela.

Esse é o mês da Gratidão no Meditopia, nossa equipe criou uma série de meditações para ajudar nossa comunidade a aprender mais técnicas sobre como praticar a gratidão todos os dias.

Comece seu primeiro dia da série de meditação sobre Gratidão e se dê um momento para relembrar das coisas pelas quais você se sente grato. No começo pode ser difícil encontrar essas pequenas coisas que fazem a vida valer a pena, mas quanto mais procuramos, mais encontramos fontes de alegria e esperança em nosso dia a dia.

Deixe uma resposta