Quanto tempo demora para vermos os efeitos da meditação?

Então você fez sua primeira meditação. Como se sentiu depois que terminou? A maioria das pessoas têm uma sensação de calma, relaxamento ou compaixão. O interessante é que, na meditação, essas sensações e emoções não vêm de fora para dentro. Elas vêm da nossa consciência das emoções e sentimentos que estavam enterrados lá no fundo do nosso coração; sentimentos que tínhamos até esquecido que existiam. Nossa mente costuma estar tão ocupada que às vezes esquecemos de sentir essas emoções. Estamos constantemente com pressa, desde o momento que abrimos os olhos pela manhã, e nossa mente fica tão saturada com pensamentos que não percebe nossas emoções. Mas a meditação nos permite senti-las novamente, mesmo que a princípio seja por um breve período. Se quisermos sentir mais, temos que cavar mais fundo e explorar as profundezas do nosso coração e mente.

Agora, também é possível que você não tenha percebido esses sentimentos. E por isso talvez tenha algumas dúvidas e esteja se sentindo um pouco confuso. Saiba que isso é perfeitamente normal. Afinal é a primeira vez que experimenta meditar. Esperar obter um impacto imediatamente após a primeira prática pode ser um pouco irrealista. Mesmo assim, a maioria de nós espera justamente isso. Sentamos por alguns segundos após nossa primeira meditação e esperamos por um grande insight ou uma sensação de calma imperturbável. Começamos a meditação com uma nuvem de expectativas sobre nossa cabeça, e quando essas expectativas não se concretizam, nos decepcionamos. Algumas pessoas até concluem que a meditação não funciona para elas, mesmo quando só meditaram por umas poucas semanas.

Não espere que algo mágico vá acontecer da noite para o dia

Provavelmente, você sentiu um pouquinho da expectativa que acabamos de descrever, talvez esperasse se sentir diferente ou renovado, talvez esperasse ver seu nível de ansiedade cair imediatamente, ou sentir mais compaixão e compreensão pelas pessoas que normalmente o incomodam. Talvez você esperasse que seu foco fosse melhorar ou que conseguisse gerenciar melhor o seu estresse. Mas depois das primeiras meditações, você ainda não percebeu nenhuma mudança significativa. Por isso, você pode estar pensando que meditar só serve como um alívio temporário ao estresse. Ou talvez você nem tenha sentido esse relaxamento temporário, porque ficar sentado e imóvel o deixou impaciente e agitado. Os pensamentos não paravam e você tinha vontade de abrir os olhos ou de se distrair com outra coisa, tudo isso é perfeitamente normal durante as primeiras semanas que praticamos meditação.

O que a ciência já provou sobre a meditação

Às vezes, as pessoas acreditam que meditar é algo para aliviar a dor, para dar um alívio temporário, mas meditação não é isso. Meditar tem efeitos tanto no curto prazo quanto no longo prazo. Alguns de nós não percebemos esses efeitos imediatamente após a primeira meditação, mas estudos científicos comprovam que quando meditamos regularmente, nosso cérebro começa a mudar.

Um estudo feito na Universidade de Yale em agosto do ano passado, por exemplo, analisou o cérebro das pessoas e detectou uma diferença imediata na atividade cerebral após apenas uma prática de meditação. Um outro estudo, publicado no periódico Frontiers of Neurosciencedemonstrou os efeitos benéficos da meditação para a nossa mente. Esses estudos mostram que os efeitos se manifestam já no primeiro minuto de prática de nossa primeira meditação.

Sua Primeira Prática Curta Fortaleceu Suas Habilidades Cognitivas

À medida que a meditação mindfulness foi se tornando uma tendência na cultura popular, um número cada vez maior de cientistas começou a pesquisar essa prática. Muitos deles começaram a estudar os efeitos positivos da meditação em nossas habilidades cognitivas e capacidade de focar. Por exemplo, um estudo da equipe de Catherine Norris e Heddy Kober demonstrou como meditações de 10 minutos afetaram participantes que nunca haviam meditado antes.

Nessa pesquisa, eles separaram 40 participantes aleatoriamente em dois grupos de 20. Um grupo fez uma meditação mindfulness de 10 minutos e o outro ouviu um artigo da National Geographic escrito no mesmo estilo. Depois foram aplicados testes mentais simples nos dois grupos.

A qualidade de sua atenção melhora após a primeira meditação

De acordo com esse estudo, o grupo que fez a meditação de 10 minutos se saiu muito melhor em testes de consciência e foco. Eles também se saíram melhor em direcionar sua atenção após a meditação.

O achado é crucial, principalmente porque prova que nossa primeira meditação já nos traz benefícios, mesmo quando não reparamos. A pesquisa mostra que a meditação já surte efeito a partir do momento que sentamos para praticar.

Mas de que tipo de efeito estamos falando?

Ok, então nosso cérebro começa a mudar durante nossa primeira prática, mas que efeitos podemos esperar no longo prazo? Bom, nos primeiros estágios da prática de meditação, pequenas mudanças começam a acontecer no córtex pré-frontal e no sistema límbico.  Gradualmente, a meditação aumenta a massa cinzenta do nosso cérebro, melhorando características que tem a ver com nossa performance, como o foco, por exemplo.

Falando sinceramente, a meditação não é um veículo que vai te levar para um reino mágico assim que você começar a praticar. Mas com o tempo, a consistência de sua prática vai fazer com que você comece a notar um efeito no seu comportamento, visão de mundo e estado físico. Você se sentirá mais centrado, com a mente mais clara, e aquilo que o incomodava antes não lhe incomodará tanto. Quanto mais você meditar, mais tranquilidade e calma a meditação trará para sua vida. É como o exercício físico, você precisa praticar continuamente para ter mudanças permanentes.

É precisamente por isso que é importante confiar em sua prática de meditação e criar espaço em sua vida para ela, nem que seja apenas 10 minutos por dia.  Permitir-se ficar nesse espaço meditativo enquanto mantém expectativas realistas vai te ajudar a ter uma atitude mental de maior clareza e plenitude.

As evidências sobre os benefícios da meditação são claras. Portanto, vale a pena tirar um tempo para sentar e meditar por pelos menos 2 a 3 semanas. Com o tempo, você verá os efeitos positivos que ela terá em sua mente, e também em seu corpo.

Você está pronto para seguir pacientemente esse caminho e fazer da meditação uma parte permanente de sua vida? Você já enfrentou alguns desses desafios que comentamos? Como foram suas primeiras experiências com a meditação? Vamos adorar conhecer a sua história!

Deixe uma resposta