Entendendo seu cronotipo e dormindo melhor

Você adora acordar cedinho ou prefere dormir até mais tarde? Você gosta mais da noite ou da manhã? Essa pergunta pode parecer trivial mas na verdade é muito importante. Preferir acordar cedo ou aproveitar a noite muda a maneira pela qual nos relacionamos com nossas atividades diárias e como dormimos. Vamos descobrir juntos qual é o seu cronotipo, como você pode saber qual ele é e como ajustar sua rotina diária para aproveitar melhor o dia e dormir bem.

O que é cronotipo?

De maneira resumida, cronotipo é o que descreve nossa habilidade de ser ativos e produtivos seja pela manhã, tarde ou noite. É nossa característica biológica que nos fazer dizer que somos “pessoas matutinas” por exemplo. Mas, essa não é a única informação que nosso cronotipo carrega. Ele nos diz também qual o momento ideal para acordar, dormir, nosso apetite durante o dia, horário ideal para trabalhar com o máximo de concentração e muito mais. É nosso relógio interno.

Nosso cronotipo não é definido somente pelo nossa composição biológica. É influenciado também por fatores genéticos, psicológicos e ambientais. Isso significa que nosso estilo de vida tem impacto em nosso cronotipo, apesar de ser bastante estável durante nossa vida. Claro que pode evoluir com o tempo: muitas pessoas têm a tendência de acordar mais cedo conforme envelhece. Mas, essa evolução é bastante gradual, não mudamos nosso cronotipo radicalmente. Nem preciso dizer que é melhor tentar organizar nossas vidas de acordo com ele para aproveitar melhor os dias ao invés de sofrer. Eu te aconselharia a pesquisar: pode ser o que você precisa para ajustar sua rotina diária e dormir melhor.

Michael Breus, psicólogo clínico conhecido nos Estados Unidos como “Dr. Sono”, é especialista em cronobiologia, que estuda ritmos de organismos biológicos. Depois de realizar uma extensa pesquisa, ele elaborou uma série de questões que permite a qualquer um determinar seu próprio cronotipo.

Acordar cedo ou dormir tarde – Aprendendo sobre si mesmo

Não é um mito: alguns de nós realmente funciona melhor pela manhã e outras a noite. Alguns de nós é mais adaptável e nosso cronotipo não é preto no branco, mas ainda tempo algumas características que determinam o que é melhor fazer para nos sentirmos bem durante o dia. De qualquer forma, saber nosso cronotipo nos permite as nos conhecermos melhor e também nos livrar do ditado: “Deus ajuda quem cedo madruga”. Tenho que admitir que essa frase é frustrante para pessoas, como eu, que não gostam de acordar cedo. Honestamente, quando abro meus olhos muito cedo, meu primeiro pensamento é não existe dinheiro no mundo que me faria querer acordar cedo. Brincadeiras a parte, saber nosso ritmo biológico nos dá o poder se ser eficiente nos momentos mais apropriados. Isso nos ajuda a entender que a produtividade não é só uma questão de vontade ou motivação, depende também do nosso relógio interno que é diferente de outras pessoas.

Nosso cronotipo confirma mais uma vez essa diferença entre as pessoas. Mesmo com uma ampla categoria de cronotipos, – Dr. Breus categoriza os 4 cronotipos com o nome de animais, para nos ajudar a entender quais mamíferos nos parecemos mais – pessoas com o mesmo cronotipo não são iguais. Se depois de fazer o teste, você descobrir que é uma pessoa matutina (ou leão, de acordo com o Dr. Breus) é muito possível que você esteja acordando tarde, mesmo se identificando com a descrição do leão. Essas características nos ajudam a nos entendermos melhor e tentar ajustar nossa rotina diária para que fique mais adequada a nosso relógio interno.

Respeite seu ritmo biológico

Nossas obrigações diárias muitas vezes nos forçam a agir de maneira oposta ao que nossa natureza biológica gostaria. Se uma parte da população (entre 15 e 20%) é naturalmente matutina, outros lutam para corresponder ao que se espera deles durante as primeiras horas do dia. Por sorte, sempre existem maneiras de compensar esse espaço entre o que nossos corpos precisam e o que a vida exige. Aqui vão algumas razões pelas quais é tão importante respeitar nosso ritmo biológico:

  • Para dormir melhor! Com certeza, saber nosso cronotipo, nos ajuda a agir de forma a melhorar nosso sono. Se você é daqueles que têm problemas para dormir, encontrará boas sugestões dependendo do seu cronotipo quando fizer o teste no final deste artigo.
  • Para trabalhar de maneira mais eficiente. É óbvio que quando sabemos se somos mais matutinos ou noturnos, fica mais fácil de perceber quais horas do dia somos mais produtivos. Para pessoas que não tem flexibilidade de horário, pode haver a possibilidade de ajustar em que momento do dia farão determinadas tarefas. Para quem não é tão produtivo até as 3 ou 4h da tarde (sim, esta também é uma categoria) pode ser bom trabalhar em atividades menos exigentes pela manhã e se concentrar mais a tarde por exemplo.
  • Para comer melhor. Aqui também, não temos o mesmo ritmo. Algumas pessoas sentem fome assim que acordam, e não há nada de errado nisso. Precisamos aprender a escutar o que o nosso corpo precisa em cada momento do dia.

Agora você já sabe que saber seu cronotipo é aprender a encontrar seu próprio equilíbrio escutando seu relógio interno. Agora é o momento de descobrir o seu e fazer o teste do Dr. Breus. Clique aqui para fazer o teste e volte depois para nos contar o que descobriu!

Tradutor: Stella Debiaggi

Deixe uma resposta