Gratidão: De Instinto Natural a Prática de Vida

Traduzido por: Rosa Frazao

Com a vida acelerada que levamos, lembrar de sentir gratidão por aquilo que temos está cada vez mais difícil … Nós sabemos o que é gratidão, reconhecemos que é um sentimento positivo, mas será que realmente sentimos a sua presença todos os dias? Será que nos lembramos de ser gratos pelas pequenas coisas que conseguimos fazer no dia a dia? Às vezes achamos que a gratidão é um sentimento que deve surgir por si mesmo, organicamente, mas o fato é que gratidão é um hábito, algo que precisamos praticar se quisermos sentir diariamente.

Apreciar, ser grato, agradecer…  Não importa como chamamos; o que importa é o significado que está por trás dessas palavras. Agradecer um ser superior em quem você acredita, o próprio universo ou mesmo a uma pessoa que o faz feliz, é algo que podemos sempre fazer. Mas é importante perceber que todos podemos desenvolver a capacidade de manter esse sentimento de apreciação sempre vivo dentro de nós.

Nos últimos anos, a gratidão tem sido um dos focos da psicologia positiva. Isso se deve, em grande parte, às pesquisas que vem sendo realizadas com esse sentimento. Os cientistas costumam dizer que a gratidão é um dos principais pilares da saúde mental e física. Quanto mais natural e consistente for nosso sentimento e expressão de gratidão pelas pequenas coisas do cotidiano, mais nos beneficiaremos física, mental e emocionalmente.  Praticar gratidão nos deixa mais otimistas e pacientes e menos egoístas e frustrados. Conforme mencionamos em posts anteriores, a gratidão faz com que nossos relacionamentos sejam mais saudáveis e positivos e aumenta nossa felicidade e otimismo.

A maneira mais rápida de desenvolver nosso instinto de gratidão é prestando atenção ao que está mais próximo de nós, ou seja, nossas emoções e sensações.

Por Que Abandonamos Nossos Instintos?

A gratidão é um instinto natural do ser humano, mas, assim como a maioria dos nossos instintos, precisa ser desenvolvido e trabalhado. Nós temos a tendência a focar nas situações e aspectos negativos de nossa vida, o que faz com que nossa primeira reação seja sempre reclamar, ao invés de agradecer. Mesmo quando desejamos ou esperamos muito por alguma coisa, quando finalmente a obtemos, não sentimos a alegria e a apreciação que esperávamos sentir. Isso acontece porque não nos sentimos muito gratos por termos conseguido ou, pelo menos, nossa gratidão não é tão forte quanto o nosso desejo de conseguir.

Ao invés de nos sentirmos gratos, nós focamos em tudo o que deu errado e em todos os problemas que tivemos que enfrentar para conseguir o que queríamos. É o avião que se atrasou na nossa viagem para a Itália, a reforma da cozinha que demorou duas semanas a mais, são as noites e finais de semana para conseguir a promoção – você já entendeu como é, certo? Todos nós já passamos por essas situações e todos nós já passamos horas e horas repassando mentalmente todas as dificuldades que tivemos que enfrentar para conseguir o que queríamos.

Como Desenvolver a Habilidade de Praticar Gratidão?

Nem tudo em nossas vidas precisa estar perfeito para praticarmos gratidão. Na verdade, a gratidão vem da consciência e da apreciação. Para conseguirmos expressar gratidão, nós precisamos ter consciência do quanto nós temos. É isso que nos permitirá colher os frutos da gratidão. Que tal se perguntar se você consegue demonstrar gratidão com tanto entusiasmo quanto demonstra amor?

Como Desenvolver Meu Instinto de Gratidão?

A maneira mais rápida de desenvolver nosso instinto de gratidão é prestando atenção ao que está mais próximo de nós, ou seja, nossas emoções e sensações. Inspirar profundamente, sentir o cheiro de uma fruta madura, observar o pôr do sol ou saborear um café são pequenos exemplos de coisas que acontecem todos os dias e pelas quais podemos ser gratos. No entanto, não há como sentir gratidão quando nem notamos essas coisas. Só conseguimos perceber essas pequenas bênçãos, e apreciá-las de maneira consistente, quando vivemos no momento presente. Quando vivemos com atenção plena, atentos aos nossos sentidos e emoções, começamos a notar a alegria que sentimos ao vestir um suéter confortável, ao ouvir o riso de um filho, ao escolher comida no mercado ou até ao consertar alguma coisa em casa. Tudo isso pode despertar nosso instinto de gratidão, se estivermos prontos para deixá-lo aflorar.

5 Exercícios para Você Começar a Praticar Gratidão.  

Existem alguns exercícios que você pode começar ainda hoje, e que o ajudarão a fortalecer seus músculos da gratidão. Porém, como em qualquer outra coisa, você precisará de comprometimento e persistência.

  1. Dedique um caderno especialmente às pessoas e coisas pelas quais é grato. Toda noite ou toda manhã, escreva 3 coisas, pessoas ou situações pelas quais é grato. Com o tempo, esse exercício vai ficando cada vez mais fácil. E vão ter dias que você vai folhear o caderno e se lembrar de tudo de bom que já lhe aconteceu.  
  2. Crie um Pote da Gratidão. O formato do pote não importa, o que importa é que ele seja grande, para durar bastante tempo. Todos os dias, pegue um pedaço de papel, escreva algo pelo qual é grato e jogue o papel no pote.  Quando estiver naquele dia difícil, tire um papel do pote e leia, para lembrar-se da beleza da vida.
  3. Comece o dia agradecendo.Fique na cama um pouquinho mais e pense nas coisas pelas quais é grato. Talvez seu companheiro ou companheira que está ao seu lado, talvez o fato de você ter dormido bem e estar descansado, ou talvez até o simples fato de ter acordado.
  4. Configure um despertador da gratidão.Aproveite a tecnologia e configure o alarme do seu smartphone para que toque algumas vezes durante o dia, o lembrando de agradecer. Assim, você estará mais consciente durante o dia, sentirá mais a força de sua existência e expressará sua gratidão por ela. Você começará a viver mais plenamente. Se você tem uma agenda apertada, não tem problema, escolha horários em que está um pouco mais livre, só para notar a beleza que o cerca.
  5. Escolha um objeto que evoque gratidão.Pode ser um colar ou um pequeno objeto que caiba na sua carteira. Pode ser algo de uma cor que você gosta ou com uma estampa que ache bonita. Pode ser qualquer objeto, desde que você aprecie olhar para ele, e preferencialmente que você tenha adquirido recentemente. Que seja algo que realmente carregue um significado, que o lembre de sentir-se grato toda vez que olhar para ele.

Quanto Mais Você Praticar, Melhores Serão os Resultados

A prática da gratidão pode tomar diversas formas, só depende de sua imaginação. A única coisa que você precisa fazer é continuar praticando. No começo, sua mente por ser preguiçosa e ter pensamentos do tipo: “já fiz isso várias vezes, agora posso parar”. É justamente nesse ponto que você precisa ser perseverante. Quando você começar a ver os resultados da prática de gratidão em seus hábitos e estado de humor, deixe que essa transformação lhe motive ainda mais. Vamos nos desafiar a fazer com que a gratidão seja algo natural para nós, uma parte permanente de nossa vida. Esse é um compromisso com o qual só temos a ganhar!

Compartilhe conosco as técnicas e estratégias que você usa para praticar gratidão.

2 Comentários

  • Patrícia de Araújo

    Essa prática é milagrosa cheias de intenção, amor , renovação e alegria

    • Oi Patrícia, tudo bem? Ficamos super felizes de ler seu comentário! Praticar gratidão diariamente traz mesmo essa sensação de alegria e renovação, como você colocou tão bem. Continue praticando sempre e nós da família Meditopia te desejamos um ótimo dia!

Deixe uma resposta