Como praticar auto-amor até nos dias mais corridos

Imagine um dia caótico, daqueles que você está super ocupado, correndo para cima e para baixo desde a hora que acordou até a hora de ir pra cama. Às vezes, parece que cada dia é uma repetição do dia anterior e só estamos tentando terminar uma coisa ou outra. A vida que vivemos é nossa, mas quanto estamos realmente cuidando de nós mesmos? Bom, a verdade é que não sabemos muito bem. É claro que nos alimentamos, dormimos e cuidamos de nossas necessidades mais básicas. Mas, e nossas necessidades emocionais e psicológicas? Quando olhamos no espelho de manhã dizemos “Claro, eu me amo”, mas às vezes não transformamos esse amor em ação. Será que 24h não são suficientes para encaixarmos um pouco de auto-amor?

Intenção de praticar auto-amor

Eu me amo, mas eu demonstro esse amor a mim mesmo? O primeiro passo é se perguntar e responder com honestidade. Amor requer esforço e nós precisamos nos esforçar para sentir o quanto temos valor. Nas palavras de Erich Fromm: “Seres humanos amam as coisas que precisam se esforçar para conseguir, e eles se esforçam pelas coisas que amam”. É por isso que se você ama e se valoriza, precisa achar um tempinho para si mesmo e se cuidar. Quanto mais tempo você reserva para si, mais você irá se cuidar. Na maior parte do tempo, procuramos nos outros o amor e atenção que precisamos. Mas o amor e atenção que desejamos já está dentro de nós. Sabe como você está sempre reclamando de não ter tempo? Não acredite na vozinha que te diz isso. Todo mundo tem pelo menos um pouquinho de tempo para si mesmo. O primeiro passo é acreditar nisso e agir. O amor, afinal, não tem limite.

Isso pode parecer assustador no início. Então, respire fundo. Você tem bastante tempo para práticas de auto-amor. Porque não começar planejando seu dia? Não ter uma agenda clara, faz com que fiquemos correndo para cima e para baixo em pânico, tentando terminar uma coisa atrás da outra. Mas se você se planejar bem, vai conseguir encontrar tempo para as práticas de auto-amor. Assim que começar essas práticas, logo vai perceber a alegria que elas trarão para sua vida.

Uma lista para encontrar tempo para si mesmo

Nossos dias são repletos de diversas rotinas. Alguns de nós experimenta isso como pais, estudantes ou trabalhadores. Todos esses papéis vêm com várias responsabilidades, que mudam o tempo todo. Vamos olhar para algumas práticas que podem ajudar.

Revolucione seu dia programando um novo alarme de manhã. Acorde 30 minutos antes do que o normal. Meia hora em 24h realmente não é nada se você pensar bem. Você consegue.

Olhe para a sua rotina e veja o que você pode deixar pronto.

Por exemplo:

  • Olhe a previsão do tempo e escolha as roupas para o dia seguinte. Acabamos gastando muito tempo em frente ao armário, ou escolhemos uma roupa que não gostamos porque estamos correndo. Podemos economizar pelo menos uns 10 minutinhos com isso e gastar fazendo outras coisas que gostamos.
  • Deixe sua bolsa, mochila, pasta, pronta na véspera. Pode ser que você não use a mesma bolsa todos os dias, e mesmo se usar, pode ser que você precise mudar o que vai levar. Assim você evita a correria para encontrar tudo que precisa logo de manhã, e pode fazer algo que gosta como alongamento ou yoga.

Planeje o que vai fazer depois de acordar:

  • Escolha uma música ou melodia que goste e a programe como seu alarme. Assim você já começa o dia bem e com um sorriso no rosto.
  • Lave bem o rosto. Deixe a água te refrescar.
  • Se olhe no espelho, e se veja de verdade. Diga para si mesmo: “Bom Dia. Hoje é um novo dia. Como você está se sentindo? Você é linda e eu te amo.” Fale isso para si mesma, nem que seja uma parte. Ou fale o que vier na sua cabeça. Escolha o que preferir, mas esteja consciente conforme você fala. Você notará os efeitos rapidamente.
  • Você aprontou sua bolsa na véspera. Agora você pode usar esse tempo para se arrumar ao invés de correr
  • Você colocou seu alarme com 30 minutos de antecedência. Agora você tem um tempinho extra para fazer exercícios de respiração ou para meditar. Não deixe de se dar esses momentos precioso. Medite por 30 minutos, 5 minutos, 1 minutos. Reserve um tempo para estar consigo.

Faça uma pausa durante o dia:

  • Não se deixe enganar por coisas que parecem impossíveis. Sempre faça uma tentativa.
  • Programe alarmes para se lembrar de fazer pausas durante o dia. Eu sei que o dia parece cheio, mas você pode continuar aquela pesquisa amanhã. Você precisa mesmo entregar aquele relatório do trabalho agora, ou pode parar por 5 minutinhos?
  • Faça pausas para perceber como você está se sentindo. Você pode adiar os alarmes se estiver muito ocupado naquele momento, mas não os desligue. Algumas dicas do que fazer quando tiver tempo: repouse as mãos no colo e se pergunte como o dia está indo. Se abrace. Dê uma ajeitada na maquiagem ou jogue água no rosto e nos pulsos. Sorria para si mesmo e veja se não precisa de nada.

Se prepare para dormir

  • Se prepare para ir para a cama do mesmo jeito que se preparou para o começar o dia
  • Escrever um diário pode ser uma excelente rotina de auto-amor. Sente-se e escreva como você se sentiu e o que aconteceu durante o dia. Escreva todos os momentos que foram importantes para você
  • Deixe tudo o que puder já pronto para o dia seguinte.

Sugestões Extras

Você pode adicionar rotinas semanais ou mensais no seu “Momentos de Check up”. Eis algumas coisas que você pode fazer:

  • Marque uma hora para você mesmo todo mês. Determine quando, onde e quanto tempo esse momento vai durar. Faça isso nem que seja por 10 minutos, mesmo que você não vá a lugar nenhum. Tome alguma coisa e se pergunte como as coisas estão indo, do mesmo jeito que faria com um amigo.
  • Se dê um presente todos os dias: Não pense nisso como uma extravagância. Transforme algo que você precisa em um presente. Compre algo que não precisa, de vez em quando, para se mimar. Compre algo online, embrulhe para presente e escreva a si mesmo um bilhetinho.

O quão ocupado você realmente está?

Passamos a maior parte do tempo que poderíamos passar conosco focados em outras coisas. Então, re-examine seu dia e o quão ocupado você realmente está. Quanto disso é criação sua e quanto é verdadeiro? Há momentos em que realmente estamos muito ocupados. Mas esses momentos não podem se tornar tão comuns que virem rotina. Então, tente fazer algumas das coisas sugeridas acimas, ao invés de encher seu tempo livre com mais coisas para fazer. Você vai ficar surpreso de como essas coisas te farão bem.

Traduzido por: Flavia Totoli

Deixe uma resposta